Alta Floresta - Mato Grosso | 26/11/2014 - 20:43h




Campo requerido.
Campo requerido.Formato inválido.
Campo requerido.

Receba novidades do Instituto Ouro Verde no seu e-mail, cadastre-se aqui:

Campo requerido.

Formato inválido.

Clique aqui para voltar

Sementes do Portal recebe visita da Embaixada da Noruega

30/01/2013

No último final de semana, uma delegação composta por membros da embaixada Norueguesa, do Ministério do Meio Ambiente do Brasil e técnicos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, estiveram em Alta Floresta visitando as ações do projeto Sementes do Portal, desenvolvido pelo Instituto Ouro Verde em seis cidades do extremo norte de Mato Grosso, conhecido como território Portal da Amazônia.

No sábado, dia 26, Alexandre Olival, coordenador do projeto Sementes do Portal, que conta com apoio do Fundo da Amazônia, tendo a Noruega como principal financiador, apresentou os resultados alcançados nos três anos de execução do projeto. Além disto, foi um momento de apresentar as demais ações desenvolvidas pelo Instituto Ouro Verde na região. Para Hans Brattskar, do Ministério do Meio Ambiente da Noruega, enviado especial para assuntos climáticos “a apresentação do projeto Sementes do Portal foi importante, pois a comitiva pode ter uma maior dimensão dos trabalhos desenvolvidos na região”, pontua.

Os dias 27 e 28, após apresentação dos projetos Olhos d´Água da Amazônia e Nascentes do Buriti, foram dedicados para visitação de algumas áreas que estão sendo recuperadas nas cidades de Carlinda e Nova Guarita pelo projeto Sementes do Portal. A embaixadora da Noruega, Aud Marit Wiig, avaliou positivamente a vinda da comitiva para Alta Floresta e região. “O que mais impressionou a comitiva foi ver os resultados alcançados pelo Sementes do Portal num curto espaço de tempo, além é claro, de presenciar a animação e alegria dos agricultores que recebem e participam das ações do projeto que contam com nosso apoio governamental”, diz.

Bernardo Von Haehling Braune, do departamento de Gestão do Fundo Amazônia, fez questão de pontuar que o Sementes do Portal dentre o rol de projetos apoiados pelo Fundo Amazônia, é um projeto de múltiplos objetivos, e foi um dos que apresentou o menor custo no que diz respeito à recuperação de áreas degradadas. “A proposta sempre foi vista como extremamente audaciosa mas o sistema criado de trabalho, incluindo a transparência, a gestão compartilhada com as comunidades e a capacidade técnica de toda equipe foram pontos que marcaram a execução do projeto para o BNDES”, destaca.

De acordo com Olival, a vinda da comitiva “representa uma oportunidade de discutirmos com eles as diferentes realidades da Amazônia e a importância de fortalecer uma outra proposta de desenvolvimento rural. Acreditamos ser muito importante aumentar esta rede de pessoas que acredita e trabalha para fortalecer esta proposta”, finaliza.

Por: Assessoria IOV

30/01/2013 - 12h37min

Mais notícias [+]

© 2008 - 2014 - Instituto Ouro Verde - Todos os direitos reservados.
Fechar Janela
INSTITUTO OURO VERDE
Design e Desenvolvimento: